segunda-feira, 26 de março de 2012

Diga-me PAULO EIRÓ

Pesquisa para esse documentário foi feita durante a montagem do espetáculo "Eiró -- A vida entre as obras" da Cia Catraca do Riso de Circo e Teatro e do Núcleo DOC de teatro.


Paulo Eiró é uma figura homenageada no Bairro de Santo Amaro, um teatro, uma rua, uma escola, quem foi Paulo Eiró? Para o grupo maioria do seu material escrito no século XIX ainda é muito atual, ele foi um deslocado de seu tempo que não conseguiu manter a máscara social por toda a vida. Dizia com o que não concordava, desabafou com poesias e peças teatrais: Foram queimadas e sumiram no tempo. Desabafou com falas: Foi preso em um hospício. A obra de Paulo Eiró é um tesouro ainda escondido precursora no campo da dramaturgia Paulista e dos direitos humanos, entre tais obras sua peça "Sangue Limpo" é um grande grito abolicionista e com um tanto de valor para a nação Brasileira. 


Foram entrevistados o artista plástico Algacyr da Rocha que falou sobre a obra de Júlio Guerra baseado na vida de Paulo Eiró, o poeta Celso de Alencar, a Pesquisadora Miria de Morais, os dramaturgos Mário Viana, José Fernando de Azevedo, os familiares descendentes de Eiró e a historiadora Santamarense Maria Helena Berardi que faleceu durante o processo de filmagem do documentário. 


video


Nenhum comentário:

Postar um comentário